Tags

, , ,

Olá pessoal, esse é meu primeiro post, ainda estou aprendendo a trabalhar com o WordPress, preciso definir o leiaute da minha página.

Nesse primeiro post vou tentar explicar, um problema que eu criei (e realmente pode acontecer) e mostrar, uma possível solução.

Eu tinha uma curiosidade, se a placa do Arduino Uno, Mega, Duemilanove, tivesse um problema no Conversor USB Serial, o que poderia ser feito? Lembro que o conversor é baseado no Mega8U2 ou Mega16U2, que na verdade são microcontroladores com um firmware capaz de “traduzir” o protocolo USB em UART. Também é possível encontrar os chips Ft232 (na placa Arduino Duemilanove), CH340 (placas compatíveis com Arduino,  fabricadas na china).

O problema pode ser resolvido usando um conversor USB externo, no meu caso eu comprei uma placa contendo o circuito integrado CP2102.

cp2102_modulo

Só um pequeno parêntesis, no processo de  upload do sketch para a placa do Arduino, é necessário realizar um RESET no microcontrolador principal,  no caso do Arduino UNO é o Atmega328p e do Arduino Mega2560 é o Atmega2560, para “ativar” o bootloader e assim receber o sketch e gravar o programa na memoria.

O circuito para fazer o RESET automático ficou assim:

improvedResetO esquema de ligação:

esquema_ligação

Tentei ligar somente um capacitor em serie na linha do DTR/ RESET, mas não funcionou.

Uma foto do meu simples experimento:

IMG_20150701_170747555Como pode-se notar, (ou não) a alimentação era fornecida pelo conversor USB Serial.

Também testei com Arduino Uno e funcionou muito bem.

NOTA: eu conectei o cabo USB no Arduino e no computador, ao mesmo tempo em que o conversor estava ligado e NÃO funcionou, NÃO gravou o sketch.

Anúncios